A Luta dos Enfermeiros

Mariana Mourinho e Ângela Sankara, Socialismo Revolucionário Lisboa. Artigo d’A Centelha, nº 12. O Serviço Nacional de Saúde A conquista do Serviço Nacional de Saúde (SNS), implementado em 1979, possibilitou à classe trabalhadora o acesso gratuito a cuidados médicos que antes do período revolucionário lhe eram vedados. Entre 2010 e 2015, anos do Governo PSD/CDS,…

Sudão: liberdade para todos os presos políticos!

Uma onda de protestos contra subidas de preços massivas e medidas de austeridade do governo inundou o Sudão no decurso das últimas duas semanas. (ver Sudan: Protests erupt against government austerity policies). Receando que estes protestos pudessem desenvolver-se num movimento mais amplo, o regime ditatorial de Omar Al-Bashir respondeu com forte repressão. Vários protestantes, jornalistas,…

OE 2018: o preço da desmobilização

Editorial d’A Centelha nº 12 edição de Janeiro/Fevereiro O Orçamento do Estado para 2018 (OE 2018) é o plano do PS para manter o equilíbrio no trapézio da luta de classes. Se funcionar, não é apenas por mérito do PS, mas também por responsabilidade da esquerda que garante a paz social enquanto o plano se…

Liberdade para a jovem palestina Ahed Tamimi!

Tradução de Rennan Cantuária para português do Brasil, texto originalmente publicado no website da Izquierda Revolucionaria, secção do CIT no Estado Espanhol, como comunicado da secção, a 3 de Janeiro de 2018. Do Sindicato de Estudantes, do coletivo Livres e Combativas e da Esquerda Revolucionária (CIT no Estado Espanhol), queremos manifestar nosso absoluto repúdio ao…

Catalunha: Derrotar o bloco reaccionário! Por uma frente unida da esquerda combativa!

Declaração da Esquerra Revolucionària, CIT na Catalunha Por uma República Socialista Catalã dos trabalhadores! Liberdade para os presos políticos! As eleições de 21 de Dezembro foram convocadas pelo bloco monárquico reaccionário numa tentativa de reforçar a sua ofensiva repressiva. Todos os que se consideram de esquerda e aqueles que defendem os direitos democráticos devem mobilizar-se…