O governo PS continua o desmantelamento dos transportes

Luís Sombreireiro, Socialismo Revolucionário Lisboa, artigo d’A Centelha nº 14 Nos últimos meses tem havido um aumento na intensidade e no número de acções de luta no sector dos transportes. Um exemplo é o dos trabalhadores dos Comboios de Portugal (CP). A CP tem sido um dos serviços públicos desmantelados e divididos como parte da…

Sobre a votação das alterações à lei da nacionalidade na AR

Bruno Penha, Socialismo Revolucionário Lisboa A lei da nacionalidade Até 1981 qualquer pessoa que nascesse em solo português tinha direito à nacionalidade portuguesa, independentemente da situação legal dos pais — aplicava-se o princípio de jus soli (direito de solo). Em Outubro desse ano o governo da Aliança Democrática, coligação formada dois anos antes pelo PSD,…

OE 2018: o preço da desmobilização

Editorial d’A Centelha nº 12 edição de Janeiro/Fevereiro O Orçamento do Estado para 2018 (OE 2018) é o plano do PS para manter o equilíbrio no trapézio da luta de classes. Se funcionar, não é apenas por mérito do PS, mas também por responsabilidade da esquerda que garante a paz social enquanto o plano se…

Bancos alimentares sem política não ajudam ninguém

Artigo de Nancy Taaffe originalmente publicado no website do Socialist Party, CIT em Inglaterra e País de Gales.   Todos os sábados o Sindicato Anti-Cortes (Anti-Cuts Union) tem uma banca em Walthamstow onde faz campanha contra os cortes. A câmara do Labour (Partido Trabalhista) passou um orçamento que retira £65 milhões aos serviços locais. Os…

Uma cidade para os trabalhadores

João Reberti e Jorge Branco, publicado originalmente n’A Centelha nº 11 A par da organização do trabalho, a organização da habitação é, para os trabalhadores, um dos aspectos mais importantes de qualquer cidade. Os planos de ordenamento municipal e a sofreguidão capitalista do lucro moldam os espaços onde vivemos e, por isso, as nossas vidas.…