Em defesa da greve

Artigo de Ismail X, Socialismo Revolucionário Lisboa. A classe trabalhadora em Portugal levantou em 2018 a maior onda de greves desde 2013. E apesar de a maioria destas paralisações se dar em sectores da função pública — como os professores, os enfermeiros e tantas outras profissões do sector da saúde ou os bombeiros —, as…

Estivadores: uma luta que é de todos

Gonçalo Romeiro, Socialismo Revolucionário Lisboa, artigo d’A Centelha nº 16 A guerra contra a precariedade nos portos é antiga, tão antiga quanto a própria actividade de estiva. Nos últimos anos ela tem-se centrado na actividade do antigo SETC – Sindicato dos Estivadores, Trabalhadores de Tráfego e Conferentes Marítimos do Centro e Sul de Portugal, um…

Call Centers, um sector económico em crescimento

Bruno Penha, Socialismo Revolucionário Lisboa, artigo d’A Centelha Internacional nº 0 Numa fase de fraco crescimento económico o sector dos call centers tem tido um grande crescimento em portugal. De acordo com Associação Portuguesa de Contact Centers (APCC) haviam 81.615 trabalhadores de call center em 2017, praticamente três vezes mais do que em 2015 (quando…

A situação actual do SNS

Artigo de Mariana Mourinho, Socialismo Revolucionário Lisboa   Foi a luta da classe trabalhadora durante a revolução portuguesa que levou à conquista do Serviço Nacional de Saúde (SNS), implementado em 1979, possibilitando-lhe o acesso gratuito a cuidados de saúde que antes do período revolucionário lhe eram vedados. As conquistas desse período têm-nos sido retiradas a…