Que lições tiramos da Queda do Muro?

Posted on 9 de Novembro de 2014 por

0


queda do muro-2

No momento em que, de novo, soam os tambores de guerra e escalam as tensões entre os blocos capitalistas os propagandistas ocidentais agitam a ideia do “regresso do império soviético”.

Mas foi apenas há 25 anos que o capitalismo mundial rejubilou com a queda do Muro de Berlim, um acto simbólico do desmoronar dos regimes estalinistas de economia centralizada. Para eles «acabara a história», isto é, acabara a luta de classes.

Os tremendos eventos que se desenrolaram entre 1989 e 1991 não foram, como a imprensa burguesa e os ideólogos do capitalismo pintam. As massas trabalhadoras, instintivamente, sabiam que teriam muito a perder com a restauração do Capitalismo. Para as massas de trabalhadores desses países, a convulsão que agitou a Rússia, a Polónia, a antiga República Democrática Alemã e outros países da Europa de Leste, foi a possibilidade concreta de uma revolução politica que derrubasse a burocracia e restabelecesse a Democracia Socialista, mas esta esvaiu-se e a selvajaria da recuperação capitalista não tardou a fazer-se sentir.

Globalmente, o movimento dos trabalhadores e a Esquerda também ficou profundamente afectado por esses tremendos eventos. Na maioria das lideranças políticas e sindicais de trabalhadores, instalou-se o pânico e o desalento, e não poucas organizações ou se dissolveram ou viraram decisivamente à direita.

Comité por uma Internacional dos Trabalhadores e as suas secções, contudo, souberam analisar os eventos à luz dos interesses dos trabalhadores, e usando o método do Marxismo, capacitaram política e ideologicamente a nossa organização a manter-se coesa e preparar-se para os eventos futuros.

No aniversário deste importante evento que mudou decisivamente as relações de classe a nível mundial, republicamos um texto publicado no Socialism Today, há 5 anos sobre o Colapso do Estalinismo em geral e as lições para os revolucionários socialista e Marxistas, bem como análises específicas sobre os eventos na Rússia, na Polónia e na RDA.