Mensagem de Solidariedade aos Sindicatos

Na sequência da detenção de dois dirigentes sindicais no final do Plenário Nacional de Dirigentes e Delegados Sindicais da Frente Comum da Administração Pública, no passado dia 18, junto à residência Oficial do Primeiro Ministro, o Socialismo Revolucionário enviou a seguinte mensagem aos sindicatos:

À Confederação Sindical dos Trabalhadores Portugueses – Intersindical Nacional
À Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública
À Fenprof
À Direcção do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local
À Direcção do Sindicato dos Professores da Zona Sul

Caros Companheiros

Tendo tomado conhecimento da detenção de José Manuel Marques, da Comissão Executiva do STAL e de Marco Rosa da Direcção do Sindicato dos Professores da Zona Sul, na sequência dos incidentes provocados pela PSP no final do Plenário Nacional de Dirigentes, Delegados e Activistas da Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública, no passado dia 18, junto à Residência Oficial do Primeiro Ministro, o Colectivo Socialismo Revolucionário manifesta a sua total solidariedade para com estes dois companheiros, as suas organizações sindicais e os milhares de trabalhadores que democraticamente os elegeram para seus representantes sindicais.

O comportamento das forças policiais é reflexo da atitude de crescente autoritarismo com que este Governo, este Presidente da Republica e este sistema politico actuam contra os trabalhadores, os reformados, os jovens, os pobres e as suas organizações, isto em flagrante contraste com a mais completa subserviência com que tratam os grandes grupos económicos nacionais e internacionais, os especuladores financeiros e os criminosos corruptos que saqueiam a riqueza produzia por quem trabalha e vê as suas condições de vida e trabalho degradar-se dia a dia.

O Colectivo Socialismo Revolucionário, que integra o Comité por uma Internacional dos Trabalhadores CIT, organização socialista revolucionária internacional, no âmbito de seu estrito dever de solidariedade, informou os partidos e organizações que integram o CIT para que nos seus respectivos países promovam a solidariedade sindical e social para com os nossos companheiros Marques e Rosa.

Estamos certos que nada diminuirá a determinação dos trabalhadores e suas organizações sindicais e de classe na construção de uma forte resistência aos ataques do patronato e do seu governo e instituições que querem os trabalhadores dóceis e submissos para pagarem uma crise que não provocaram, mas que enriquecesse cada vez mais os especuladores e criminosos e empobrece a ampla maioria dos trabalhadores.

O Colectivo Socialismo Revolucionário exige do Estado e do Governo português:

  • fim da intimidação dos trabalhadores e das suas organizações sindicais e de classe

  • retirada das acusações contra os dois dirigentes sindicais

  • um inquérito independente à acção policial

Lisboa, 19 de Janeiro de 2011

Vossos na Luta e Solidariedade

Pelo Colectivo Socialismo Revolucionário
José David Gregório

Anúncios

Um pensamento sobre “Mensagem de Solidariedade aos Sindicatos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s