Xenofobia e Racismo Não! Trabalho e Educação!

O Socialismo Revolucionário, o Comité por uma Internacional dos Trabalhadores em Portugal apoia esta Jornada de Acção.

Numa altura de crescente crise capitalista global, com duros e profundos efeitos por todo o Mundo, a União Europeia procura reforçar o conceito de Europa Fortaleza, desta feita através do Pacto Sarkozy.

O objectivo dos capitalistas é manter um exército de migrantes sobre-explorados e, consoante o desenvolvimento da crise capitalista e das suas previsíveis hecatombes económicas e sociais, usar a xenofobia e mesmo o racismo aberto para dividir os explorados entre nacionais e estrangeiros e assim desviar as atenções da sua única responsabilidade da crise em que vivemos.

Proximamente, o conluio entre os governos capitalistas de França, Itália e Alemanha será estendido a toda a União Europeia, no que já é conhecido como Pacto da Vergonha

Este pacto visa o tratamento securítário da e criminalização da imigração, a militarização e intervenção nos países da África do Norte por parte dos Estados europeus e a perseguição dos 8 milhões de indocumentados existentes na Europa.

O governo e a classe dominante portugueses estão de alma e coração nesta machadada dos direitos humanos mais básico. Sob pretexto do combate à criminalidade o estado, através das suas forças repressivas, cerca bairros pobres, intimida imigrantes e permanece no espaço público como se Portugal estivesse em guerra civil.

O governo e a classe dominante joga a cartada xenófoba, – como já o demonstra abertamente Paulo Portas e o PP, ou ainda o PNR e os “cabeças-rapadas” nazis – para ter como reserva “bodes expiatórios” da crise que o capitalismo global está a criar.

É por isso que isto não é só um problema dos imigrantes, documentados ou não, mas também de todo e qualquer trabalhador, todo e qualquer jovem .

O Socialismo Revolucionário, o Comité por uma Internacional dos Trabalhadores em Portugal, apela aos trabalhadores e as suas organizações de classe, nomeadamente os Sindicatos e Comissões de Trabalhadores, os jovens e suas organizações  para que façam sua a bandeira da defesa da liberdade, e saiam à rua, nesta Jornada de Acção e noutras iniciativas contra a xenofobia e o racismo, pela regularização dos indocumentados e contra o pacto Sarkozy/Berllusconi/Merlke que visa reforçar a Europa Fortaleza

É urgente lutar por:

“Direitos Iguais para os Imigrantes”.

Fim à caça ao imigrante e à intimidação das minorias étnicas!

Portugueses, Imigrantes: A mesma luta!

Racismo Não! Trabalho, Educação, Habitação!

O Socialismo Revolucionário relembra a actualidade de um lema do movimento mundial dos trabalhadores que a vida está a provar ser cada vez mais verdadeira:

“Trabalhadores de todos os Países, Uni-vos!”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s