Novamente 200.000, novamente falta de direcção

Uma vez mais e porque a ofensiva patronal e governemental é tão séria, não foi possivel conter a indignação e revolta que lavra por todo o país entre todos os sectores de trabalhadores.

Uma vez mais duzentos mil sairam à rua a rejeitar a revisão das leis laborais que coloca os direitos, a dignidade e a vida dos trablahdores e das suas famílias nãos mãos do patronato.

Uma vez mais dezenas de milhares de activsitas sindciais prepararam minuciosamente a acção, discutiram, realizaram plenários, distribuiram informação. Quatorcentaos autocarros vindos de todo o país, um mar de revolta desceu a Av da Liberdade em Lisboa.

Uma vez mais a direcção central da CGTP não se ateveu a apresentar um Plano de agitação e organização de uma verdadeira Greve Geral que faça o Governo e o patronato recuar.

Uma vez mais prova que não está à altura das necessidades com que se defrontam os trabalhadores e suas familçias em Portugal.

Uma vez mais sente-se a urgências de um sindicalismo de classe, democrático de base, comabtivo e determinado.

Uma vez mais sente-se a falta de um novo partido dos trabalhadores,

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s